11/05/2010

Site Self.run

A Equipe Self.run gostaria de convidá-lo para visitar nosso site, onde teremos muito mais notícias, fotos, músicas, vídeos e dicas sobre o mundo da corrida.

Basta licar em www.selfrun.com.br e divirta-se.

Você ainda pode participar de uma rede de relacionamento e trocar experiências com outros corredores clicando em My.self no nosso site.

Seja bem vindo !!!

Equipe Self.run

29/03/2010

Circuito Bradesco - Etapa Marília-SP

Neste último domingo, 28/04 aconteceu em Marília a primeira etapa do Circuito Bradesco, com a Corrida e Caminhada da Longevidade, e mais uma vez a Self.run deu um show de Assessoria para seus alunos e convidados.

Com 4 tendas montadas e muita organização, os alunos tiveram que se concentrar apenas nos 6 Km da corrida e 3 Km de caminhada, completados com muita garra e suor.

Depois da prova um belo café da manhã, alongamento e massagem para recuperar o fôlego.

A próxima prova será dia 25 de abril em Marília. Até lá muito treino !!

Confiram algumas fotos abaixo
























Equipe Self.run

22/03/2010

Circuito das Estações Adidas - Outono




























A Self.run gostaria de parabenizar todos que participaram do Circuito das Estações Adidas - Etapa Outono, realizada neste último domingo (21/03) em São Paulo.


Com clima instável, as 6000 pessoas que lotaram a Praça Charles Miller, em frente ao Estádio do Pacaembú, fizeram uma prova com percurso bastante difícil e a Equipe Self.run tem a honra de dizer que TODOS os objetivos foram conquistados, tanto entre os iniciantes na distância 10 Km como os já veteranos, que consguiram baixar suas marcas pessoais.


Em breve mais provas para todos. Enquanto isso, bons treinos !!





Equipe Self.run

03/03/2010

Vídeo: Acompanhante Ingrato

Correr acompanhado é ótimo, mas o acompanhante tem que colaborar. Neste vídeo da Nike, uma amostra de como não se deve correr acompanhado: disputando. Obviamente que o vídeo (vencedor em Cannes) é uma brincadeira entre 2 corredores de níveis aparentemente iguais, mas cuidado.

Correr com um amigo não deve ser uma disputa de quem é mais rápido ou quem chega primeiro a tal ponto. Isso pode provocar lesões indesejáveis.

video

Portanto corra acompanhado, mas de forma prazerosa.

Equipe Self.run

02/03/2010

Corra acompanhado

A corrida é um esporte individual, certo? Não necessariamente. Apesar de sua prática não exigir um parceiro, como nos esportes coletivos, é cada vez mais comum ver atletas amadores acompanhados de amigos e parentes na hora das passadas, tanto nos treinamentos quanto nas provas.

A escolha de uma companhia se justifica. Ter alguém ao lado pode dar um ânimo a mais, além de fazer com que a fadiga demore mais a aparecer. “Parece que o tempo passa mais rápido”, fala o publicitário Marcelo Gothardo, de 23 anos. “Quando corria sozinho, não via a hora de acabar logo o treino, mas depois que comecei a correr com meu vizinho vi até que minha performance deu uma melhorada”, completa.


Ao correr com um parceiro ao lado, o atleta poderá colocar em prática uma medição simples para avaliar o esforço físico na corrida. Aos que não dispõem do frequencímetro -aparelho que mede os batimentos cardíacos durante a prática do esporte- o teste da conversa serve como base.

Se for possível estabelecer uma conversa com a pessoa ao lado durante a corrida significa que o ritmo e a frequência cardíaca da atividade estão nos níveis ideais. “Se dá pra conversar é porque o ritmo está tranquilo, e ´sobra´ oxigênio”, diz Antoniazzi.

Se a conversa for pausada e faltar fôlego na hora de falar, significa que o esforço está sendo alto, e se você está iniciando no esporte, e não tem ainda um grande conhecimento de seu potencial, pode ser a hora de diminuir um pouco as passadas.

Fique atento
Ter um amigo logo ao lado na hora da atividade física pode ser sim muito prazeroso. Porém, a escolha do parceiro vai muito além do quesito afinidade. Um fator importante é o nível de ambos os corredores. Se um dos atletas está começando no esporte e o outro já atingiu um nível elevado, a atenção deve ser maior.

“Existem inúmeras variáveis na corrida em dupla. Caso um corredor esteja em um nível muito superior ao outro, poderá haver problema para ambos. O atleta mais experiente pode ter a performance diminuída para seguir o companheiro, por exemplo. Já o que está começando pode querer seguir no ritmo mais forte do parceiro e até se lesionar”, finaliza Antoniazzi.

Portanto tome muito cuidado ao correr em dupla: se a pessoa mais bem condicionada não diminuir seu ritmo, pode acabar lesionando a outra, menos condicionada.

Por isso a Self.run se preocupa em acompanhar seus alunos, principalmente os iniciantes para, não apenas fazer correções posturais, mas também estabelecer um ritmo confortável e seguro, além da compania para os recém chegados à corrida.

Equipe Self.run
Fonte: http://www.o2porminuto.uol.com.br/

24/02/2010

Vídeo: descanso, o treino silencioso

Já publicamos este vídeo no blog, mas como constatamos que poucas pessoas tinham visto, decidimos publica-lo novamente.

Trata-se de um Vídeo da Adidas que ilustra bem o papel do descanso no treinamento, o que chamamos de "treino silencioso". No vídeo, a corredora treina dormindo, e quando acorda está muito disposta para seu treino "de verdade", ou seja, o descanso também é uma forma de treino.


video

Descanso: o grande segredo

O assunto menos abordado quando se fala em treinamento de corrida é o descanso. Todos sabem o quanto a disciplina no treino, respeito aos limites e uma alimentação balanceada e saudável são importantes. E o descanso ?

Ele faz parte do tripé do corredor, junto com o treino e a alimentação. O que parece ser mais difícil, que é saber exatamente quando e quanto descansar, na verdade é o mais simples: ouça seu corpo. Sim, o corpo fala, e como fala! Através de dores indisposições ou apenas um cansaço, quando a perna parece pesada. Por isso o descanso é fundamental na recuperação do corredor.

Mas saiba distinguir cansaço de preguiça. O cansaço, mesmo com auto-motivação não cede. Esta é a hora de diminuir o volume de treinameto. Por isso um treinamento monitorado é importante, pois a periodização evita que o corredor treine cansado, fazendo uma compensação do que foi ganho, para aí sim, dar mais um passo em direção ao objetivo.

Portanto este é o grande segredo do treinamento: descanso. Não se esqueça!

Equipe Self.run

10/02/2010

Vídeo: Não Confunda as Distâncias

Sempre que se toca no assunto corredores, logo vem à mente os velocistas. Primeiro porque eles realmente atingem velocidades fabulosas e depois pelo statuas que as porvas de 100m e 200m têm.

Porém, ao ingressar em provas de média e longa distância esqueça estes nomes e a maneira como eles correm.

Neste vídeo da Mizuno há um, grande (e comum) erro de se misturar velocistas e fundistas. Trata-se de um comercial de um tênis de corrida, mas para fundistas. Qual a diferença?

A principal delas é que, quanto menos tempo o pé fica em contato com o chão, maior a velocidade do corredor, por isso as sapatilhas dos velocistas (100m a 800m) têm travas apenas na parte frontal, eles realmente correm na ponta do pé. Percebam no vídeo que os corredores não chegam a tocar o calcanhar no chão, para ganhar mais velocidade.

video

No caso de fundistas, se isto fosse aplicado, o impacto na parte inferior da perna seria tanto que causaria graves dores e consequente lesões. Portanto não confundam as coisas e corram da maneira correta.

Equipe Self.run

Onde está o impacto ?

Qundo se trata de corridas de média e longa distâncias, existe uma preocupação constante com o impacto.

Não é o tênis, e muito menos a articulação que absorve a maior parte do impacto das passadas numa corrida, mas sim os músculos da perna. Para se ter uma noção, o impacto gerado é em torno de 4x o peso corporal da pessoa por passada. Agora multiplique isto pelo número total e imagine o que os músculos sofrem.

Portanto, primeiramente existe a preocupação de se fortalecer tais músculos antes de sair correndo, pois uma vez enfraquecidos ou fadigados, sobrecarregam as articulações, e aí sim, podemos ter problemas mais graves.

No gráfico abaixo podemos ter uma idéia de onde se copncentra o impacto desde o momento do toque do calcanhar no chão, passando pelo balanço (swing), até o fim de uma passada.

Obviamente que os músculos da porção superior da perna, no caso: Bíceps Femural, Semitendíneo e Semimembranáceo (os 3 compreendem no gráfico Hamstrings), Glúteos e Quadríceps, tem uma função maior na absorção de impacto, tanto pela mecânica do movimento, quanto pelo volume e força dos músculos.

Há de se destacar que alguns corredores que aterrisam com a ponta do pé e/ou médio pé ao invés do calcanhar, tendem a ter mais dores na parte inferior da perna, no caso panturrilha e canela. Isso ocorre porque os músculos responsáveis pela maior absorção de impacto não o estão fazendo, sobrecarregando as outras regiões (principalmente os tibiais anterior e posterior).

Portanto não confie tanto no seu tênis, fortaleça bem os músculos, e preste atenção na sua pisada para evitar maiores problemas.

Equipe Self.run

02/02/2010

Prova Tenis/Unimed - Marília-Sp

A Equipe Self.run gostaria de parabenizar os atletas participantes da prova Tenis/Unimed, realizada no último domingo na cidade de Marília.


Vale ressaltar que entre os resultados, Carlos Antônio dos Santos, nosso Carlinhos terminou a prova na 1a colocação Geral.



Rafaela Alessandra Castro (esq. na foto) ficou em 2o lugar no feminino geral.


Ana Maria Alves (esq. na foto) terminou a prova em 2o lugar na categoria 51+.



Vale também ressaltar o trabalho da Equipe Self.run no apoio antes e após a prova com a tenda montada para assessorar os atletas.



Parabéns a todos pelo empenho e dedicação. E que venham as próximas provas.
Equipe Self.run

Correr com música

Você corre ouvindo música ?? Se a resposta for negativa pode começar a mudar de idéia.

Com os recursos que hoje possuímos é possível fazer um treino e ouvir exatamente as músicas que combinam com ele e nosso estado de espírito.

O vídeo abaixo é da campanha da Nike Plus, dispositivo criado em parceria com a Apple que, acoplado no Ipod e embaixo da palmilha do seu tênis Nike, é possível ter uma compania durante a corrida e ainda saber como está seu desempenho.

video

Este dispositivo não é mais novidade para a maioria dos corredores, porém a idéia de colocar uma voz entre as músicas foi genial.

O ponto negativo é o sensor de deslocamento que vai no tênis pois, mesmo sendo devidamente calibrado, não dá a distância exata percorrida, e hoje, por termos muitas opções de relógios via satélite, é possível saber os dados com mais exatidão, mas não deixa de ser uma opção.

Portanto carreguem seus Mp3 players e bons treinos.

Equipe Self.run

Seja bem-vindo à Self.music

Dando andamento à expansão da Self.run, criamos a Self.music Assessoria Musical, que tem como principal objetivo fornecer músicas da melhor qualidade para nossos corredores.

Semanalmente estaremos disponibilizando links para download de playlists completas com 1h de duração dos mais diversos estilos musicais: Rock an Roll, Pop, Black Music, Heavy Metal, MPB e Música Eletrônica. Enfim, boa música para quem gosta de correr.


Acessem http://www.selfmusicassessoria.blogspot.com e confiram as dicas !!!


E bons treinos.


Equipe Self.run

25/01/2010

Vídeo: Quer mais disposição ? Corra !!

Que a corrida promove mais disposição em seus praticantes, isso ninguém mais tem dúvidas. Agora, até onde vai esta diposição depende de você. Corra e sinta.

Para demosntrar, a Asics fez um vídeo sugestivo:

video

Equipe Self.run

Cuidados Básicos

A Self.run, pensando no bem-estar dos corredores, dá dicas de como minimizar males causados pela prática. Vamos lá:

Bolhas nos pés

Fique longe do que possa provocar sensibilidade na pele: meias frouxas, tênis velho, pé úmido ou molhado, asfalto quente e principalmente tênis mais folgado que o necessário.

Cãibras

Acomete principalmente os corredores com deficiência na ingestão/reposição de potássio, mas pode aparecer também no decorrer de provas, mais comuns na região da panturrilha. Neste caso o ideal é levantar a ponta do pé e manter assim até que melhore.

Assaduras e atrito

Algumas regiões do corpo podem sofrer assaduras devido ao atrito com a pele ou o tecido das roupas. As regiões mais comuns são axilas e coxas. Para evitar este tipo de incômodo recomenda-se passar vaselina sólida (em pasta) nas regiões mais sensíveis. No caso dos homens indica-se também aparar os pelos da região afetada. Pode-se também usar bermuda térmica para minimizar o atrito entre as coxas.
Além disso, alguns corredores sofrem com o incômodo do atrito da camiseta com os mamilos, o que pode causar irritação, aumento da sensibilidade e até sangramento. Neste caso, indica-se colocar um esparadrapo micropore ou até mesmo um band-aid para evitar o atrito.

Dor na canela

A dor na canela, ou canelite, é comum entre os iniciantes. Isso porque uma de suas maiores causas é o excesso de exercício para um organismo que ainda não está preparado. Este processo pode ser prevenido com o fortalecimento da musculatura dos membros inferiores, além de um aquecimento e alongamentos adequados.

Dor na panturrilha

Outra dor muito comum entre os iniciantes é a dor na panturrilha. Esta pode ocorrer por alguns motivos, sendo o principal a adaptação do praticante à nova modalidade, mas cuidado: observe sua passada e veja se você não corre na ponta dos pés. Neste caso a panturrilha está sendo sobrecarregada pois atua absorvendo impacto, papel que cabe aos músculos maiores da perna, principalmente o glúteo. Portanto, se você é corredor de média/longa distância, corra sempre aterrisando com o calcanhar no chão.

Se você tiver qualquer outra dúvida sobre estes e outros assuntos mande-nos um e-mail no self.run@gmail.com que ficaremos muito gratos em etendê-lo.

Equipe Self.run

18/01/2010

Correr antes ou depois da musculação ??

Sempre que alguém incorpora a corrida no dia a dia da malhação, surge a dúvida: correr antes ou depois da musculação ?

Na verdade depende do objetivo. Deve sempre haver um objetivo maior, ou seja, ganhar massa muscular ou queimar a gordura indesejada. É óbvio que é possível ter o ganho em conjunto, mas a atividade que vem antes sempre terá um melhor rendimento.



Isso se deve ao fato de termos nossas reservas de glicogêniototalmente à disposição na primeira atividade e mesmo que o atleta faça a reposição correta, existe uma fadiga muscular, mental e principalmente fisiológica que acarretam no desgaste para a segunda atividade.

Portanto estebeleça prioridades. Se for gasto calórico, corra antes da musculação, e não se esqueça de se alimentar entre as 2 atividades, principalmente se a duração total dos exercícios ultrapassar 1 hora.

Equipe Self.run

Video: Imposssible is Nothing

Imagine um treino de corrida com Muhammad Ali com Zinédine Zidane, Bavid Beckham, entre outros.

Foi isso que a Adidas fez em um video da campanha "Impossible is Nothing". Juntou todos eles correndo num treino de Ali.

video

Não existe esporte para a corrida, ela combina simplesmente com todos. Seja para uma melhor performance ou recuperação.

Equipe Self.run

12/01/2010

Qual a sua Power Song ??


Qual a sua Power Song ?? Aquela música que você ouve no trecho mais difícil ou mais prazerozo da sua prova ou treino ??

A Equipe Self.run gostaria de saber !!

Tecnologia a favor do corredor

Os corredores com idade próxima dos 30 anos ou mais devem lembrar-se de como era correr com um Walkman ou um Discman.

Gravar uma fita era uma arte que poucos dominavam, já que os 30 min usuais de cada lado eram antes milimetricamente calculados para não faltar nem sobrar espaço demais.

Os Discmans, principalmente depois do Cd gravável facilitaram muito nossa vida, mas não a do corredor. Só para lembrarmos de como era correr a bordo de um equipamento deste, temos um belo Video da Mizuno, sempre divulgando o amortecimento dos seus tênis.

video

Agora que não temos mais estes problemas, mão à obra e carreguem seus mp3 players com o que há de melhor para correr.

Equipe Self.run