29/03/2010

Circuito Bradesco - Etapa Marília-SP

Neste último domingo, 28/04 aconteceu em Marília a primeira etapa do Circuito Bradesco, com a Corrida e Caminhada da Longevidade, e mais uma vez a Self.run deu um show de Assessoria para seus alunos e convidados.

Com 4 tendas montadas e muita organização, os alunos tiveram que se concentrar apenas nos 6 Km da corrida e 3 Km de caminhada, completados com muita garra e suor.

Depois da prova um belo café da manhã, alongamento e massagem para recuperar o fôlego.

A próxima prova será dia 25 de abril em Marília. Até lá muito treino !!

Confiram algumas fotos abaixo
























Equipe Self.run

22/03/2010

Circuito das Estações Adidas - Outono




























A Self.run gostaria de parabenizar todos que participaram do Circuito das Estações Adidas - Etapa Outono, realizada neste último domingo (21/03) em São Paulo.


Com clima instável, as 6000 pessoas que lotaram a Praça Charles Miller, em frente ao Estádio do Pacaembú, fizeram uma prova com percurso bastante difícil e a Equipe Self.run tem a honra de dizer que TODOS os objetivos foram conquistados, tanto entre os iniciantes na distância 10 Km como os já veteranos, que consguiram baixar suas marcas pessoais.


Em breve mais provas para todos. Enquanto isso, bons treinos !!





Equipe Self.run

03/03/2010

Vídeo: Acompanhante Ingrato

Correr acompanhado é ótimo, mas o acompanhante tem que colaborar. Neste vídeo da Nike, uma amostra de como não se deve correr acompanhado: disputando. Obviamente que o vídeo (vencedor em Cannes) é uma brincadeira entre 2 corredores de níveis aparentemente iguais, mas cuidado.

Correr com um amigo não deve ser uma disputa de quem é mais rápido ou quem chega primeiro a tal ponto. Isso pode provocar lesões indesejáveis.

video

Portanto corra acompanhado, mas de forma prazerosa.

Equipe Self.run

02/03/2010

Corra acompanhado

A corrida é um esporte individual, certo? Não necessariamente. Apesar de sua prática não exigir um parceiro, como nos esportes coletivos, é cada vez mais comum ver atletas amadores acompanhados de amigos e parentes na hora das passadas, tanto nos treinamentos quanto nas provas.

A escolha de uma companhia se justifica. Ter alguém ao lado pode dar um ânimo a mais, além de fazer com que a fadiga demore mais a aparecer. “Parece que o tempo passa mais rápido”, fala o publicitário Marcelo Gothardo, de 23 anos. “Quando corria sozinho, não via a hora de acabar logo o treino, mas depois que comecei a correr com meu vizinho vi até que minha performance deu uma melhorada”, completa.


Ao correr com um parceiro ao lado, o atleta poderá colocar em prática uma medição simples para avaliar o esforço físico na corrida. Aos que não dispõem do frequencímetro -aparelho que mede os batimentos cardíacos durante a prática do esporte- o teste da conversa serve como base.

Se for possível estabelecer uma conversa com a pessoa ao lado durante a corrida significa que o ritmo e a frequência cardíaca da atividade estão nos níveis ideais. “Se dá pra conversar é porque o ritmo está tranquilo, e ´sobra´ oxigênio”, diz Antoniazzi.

Se a conversa for pausada e faltar fôlego na hora de falar, significa que o esforço está sendo alto, e se você está iniciando no esporte, e não tem ainda um grande conhecimento de seu potencial, pode ser a hora de diminuir um pouco as passadas.

Fique atento
Ter um amigo logo ao lado na hora da atividade física pode ser sim muito prazeroso. Porém, a escolha do parceiro vai muito além do quesito afinidade. Um fator importante é o nível de ambos os corredores. Se um dos atletas está começando no esporte e o outro já atingiu um nível elevado, a atenção deve ser maior.

“Existem inúmeras variáveis na corrida em dupla. Caso um corredor esteja em um nível muito superior ao outro, poderá haver problema para ambos. O atleta mais experiente pode ter a performance diminuída para seguir o companheiro, por exemplo. Já o que está começando pode querer seguir no ritmo mais forte do parceiro e até se lesionar”, finaliza Antoniazzi.

Portanto tome muito cuidado ao correr em dupla: se a pessoa mais bem condicionada não diminuir seu ritmo, pode acabar lesionando a outra, menos condicionada.

Por isso a Self.run se preocupa em acompanhar seus alunos, principalmente os iniciantes para, não apenas fazer correções posturais, mas também estabelecer um ritmo confortável e seguro, além da compania para os recém chegados à corrida.

Equipe Self.run
Fonte: http://www.o2porminuto.uol.com.br/